5 de fevereiro de 2015

Um Lugar Chamado Liberdade, por Ken Follett

Avaliação: 5/5
Editora: Arqueiro/Cortesia
ISBN: 
9788580413304
Gênero: 
Romance Histórico
Publicação: 2014
Páginas: 400
Skoob
Um Lugar Chamado de Liberdade foi escrito e publicado pelo americano Ken Follett em 1995; no Brasil, a Arqueiro se encarregou de publicar esse livro, que é, simplesmente, SENSACIONAL! 

Uma trama que só poderia ser escrita por alguém como Follett. É um romance histórico que se passa no século XVIII com famílias poderosas da Escócia. Eu, como um amante da História, não poderia ter se não amado um livro como esse.


Como sempre, Ken Follett traz vários personagens com pontos de vista para o romance. Alguns capítulos são narrados com o ponto de vista de Mack McAsh, o protagonista do romance, outros por Lizzie Hallim e por Jay Jamisson.

O livro começa nos apresentando Mack, um jovem escravo e minerador da família Jamisson que, após descobrir que depois dos 21 anos poderia se ver livre da escravidão vai em busca aos seus direitos. É interessante como Follett cria personagens assim, revolucionários. Em O Homem de São Petesburgo, Feliks fazia exatamente o mesmo papel, embora fosse muito mais extremista que o Mack. De qualquer forma, ao tentar fugir pelos rios frios da Escócia, Mack recebe a ajuda de Lizzie Hallim, uma jovem de uma família endividada que acabara sendo prometida a Robert Jamisson afim de não perder a honra da família.


O que acontece é que Lizzie também tinha um espírito revolucionário. Ela era totalmente contra à sociedade tradicional cheia de costumes desnecessários que eram impostos às mulheres. Assim como também era revoltada com o machismo abundante. Ela era o tipo de mulher que qualquer mãe não gostaria de ter no século XVIII. Era extravagante e falava alto. Às vezes se vestia de homem para poder frequentar lugares que não podia, simplesmente por ser mulher. 
   
Posso dizer que a dupla Lizzie Hallim e Mack McAsh são muito parecidos com Feliks e Charlotte em O Homem de São Petesburgo. O livro começa a se desenrolar com Lizzie passando a olhar Jay Jamisson com outros olhos, pelo fato de ele ser um dos únicos homens na sociedade a aceita-la da forma como ela é. O problema era que Jay era bastardo e irmão de Robert, o prometido dela. 


Ken Follett não teve problemas maiores para conseguir unir os dois a um casamento. Com algumas reviravoltas os dois acabam ficando noivos e voltando para Londres, cidade onde as duas famílias também viviam. É lá que ela acaba encontrando novamente Mack, outro homem que a aceitava da maneira que era, simplesmente por também não aceitar os costumes da antiga sociedade. Assim como ele, ela também ficava abismada com a forma que os escravos mineradores eram tratados. Os dois lutavam pelo que achavam certo, e... Entenderam onde o livro vai chegar?


Acho que sim. Então, imaginem a situação; Lizzie, que gostava de Jay Jamisson por aceita-la com ela é, e que provavelmente conseguiria quitar todas as dívidas que a família dela possuía, acaba passando a admirar um jovem que era descendente de escravos; sem poder nenhum na sociedade e que teve que participar de brigas de rua para poder mandar dinheiro à sua família, que ainda era escrava dos Jamisson na Escócia. 

Onde a história irá chegar? Vocês irão descobrir, e tenho certeza ABSOLUTA que não vão se arrepender. Só posso dizer uma coisa para os que acreditam em destino; Jay ganha uma fazenda de Tabaco na Virgínia como presente de casamento, e Mack McAsh acaba sendo exilado para lá por ter sido acusado de um crime que não cometeu. Seria o destino outra vez responsável por unir e dar vida a esse romance?


Ganhei esse livro de cortesia da Arqueiro! Ele chegou todo lindo com três marcadores e um botom, e definitivamente foi a melhor cortesia que recebi até hoje! Obrigado Arqueiro! Não só pelos presentes, mas por ter me proporcionado viver um romance tão cheio de vida e de emoções inesperadas, como esse!

22 comentários:

  1. Oiee, tudo bem?

    A premissa do livro parece interessante. Imagino que a Lizzie se mete em uma situação bem complicada, certo? Só lendo mesmo para entender

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. me encantei pelo livro, e estou apaixonada pelos personagens Lizzie e Marck amo personagens com essas características revolucionarias. parabéns o blog ta lindão.

    BEIJOSSsss...

    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou louca para ler esse livro!!!
    Preciso muito muito!
    Sua resenha me empolgou mais ainda.

    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Esse é um autor que eu PRECISO LER!!!!!
    Sua resenha me deixou com mais vontade de ler.

    Abraços,
    http://www.coracaoleitor.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Hello!
    Capa magnifica ne? Arqueiro tem edições muito lindas. Apesar de tudo, infelizmente não é uma leitura que me chama atenção. Romance histórico não é meu forte. O pouco que tive contato não me agradou muito. Mas é sempre bom quando um livro te pega e te deixa nessa sensação de complemento.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  6. Ola Caio adorei a premissa do livros , e gostei ainda mais dos protagonistas revolucionários com atitudes, já me conquistaram , um casal a frente de seu tempo e sem preconceitos, fiquei bem curiosa com o desfecho dessa história. Com certeza vou ler. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  7. Oie, flor!
    Adorei o enredo. Amei a Lizzie, de personalidade forte, o Mack e o Jay. Um escravo procurando a liberdade que lhe é de direito, imagino o quanto isso não aconteceu no passado ou deixou de acontecer porque o escravo não tinha conhecimento dos poucos direitos que eram seus...
    Já vi muito "Queda dos Gigantes" do mesmo autor. Morro de curiosidade de ler! Vou dar uma chance a Um Lugar Chamado Liberdade também. Amo todas as capas das obras do autor (as que já vi, né?)
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?
    Eu adorei a sua resenha, eu ainda não li nenhum livro do autor e acho que quando eu começar a ler esse vai ser o livro ideal. Eu amo livros com esse tema e acredito que irei adorar.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Quero há muito tempo ler algo do Follet, mas sempre acaba ficando pra depois.
    Quem sabe esse ano eu não me arrisco, né?!
    Beijao
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Caio! Gostei muito da resenha apaixonada, parece mesmo ser um grande livro, só por ele começar na Escócia já ganha vários pontos para mim, gostei do enredo, essa critica sobre as mulheres e como elas eram tratadas só por ser mulher é um grande diferencial! Gostei, dica anotada! Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Preciso muito de ler algo do Follet! Gostei muito da premissa do livro; a busca pelos ideais, o espírito revolucionário e a crítica a época. Sensacional! Parabéns pela resenha.
    Abraços

    www.estantejovem.com.br

    ResponderExcluir
  12. Adoro romances históricos e cm certeza esse vai pra lista.
    Gosto de quando o livro conta os lados de outros personagens tbm, mais um ponto pro livro.
    Amo as capas da arqueiro, com certeza vou ler

    malucaspor-romances.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Ola, tudo bem ?
    Esse livro eu ja ouvi falar, mas nunca cheguei nem perto de ler rs eu tbm gosto de romances historicos, eu estou lendo "Orgulho e Preconceito" em e-book, qnd nao tenho o que fazer pego o cell e vou me distraindo kk mas eu estou gostando, sou fã de romances que se passam em tempos históricos, esse livro tem tudo que gosto, parece impolgante ^^ ah e a capa e demais, a Arqueiro sempre lanva livros com capas bonitas ne ? Pelo menos as q vi ate hoje eu gostei. Que lindo que vc ganhou esse mimo. Presentão !! Bjo

    www.somandoconhecimento.com

    ResponderExcluir
  14. Wow, Caio! Me arrepiei lendo a sua resenha… Eu gosto de enredos assim, que revelam a busca pela conquista de direitos e um romance tão certo, porém tão igualmente condenável. Eu nunca li nada do autor, mas realmente me interessei por esse livro. Pareceu-me um romance que não ocorre apenas um contexto histórico, mas aborda a História sob um ponto de vista que emociona e convida a refletir.

    Por isso, anotei a dica! :D
    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oiee.

    Não conhecia este título e sua resenha me despertou a curiosidade. Gosto de obra que me incentiva a pensar sobre a vida, o amor e novas descobertas. Penso que o livro tem uma ótima carga para nos mostrar e por isso quero conhecê-lo

    Beijos Fê
    http://www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Caio!
    Primeira vez aqui no blog e gostei bastante!
    Ainda não tinha visto nada sobre o livro, não me parece o meu tipo de leitura, mas é sempre legal conhecer outras histórias e saber que tem muitos livros bons por ai!

    Parabéns pela resenha! :D
    Beijocas da Deebs!

    ResponderExcluir
  17. Oi Caio, tudo bem?
    Temos um gosto em comum: eu adoro história e eu adoro romances épicos/históricos. Eu já tinha visto o lançamento desse livro e estava ansiosa para conhecê-lo. E eis que entro aqui e você me transporta para um mundo onde valores, ideais, justiça são desafiados por uma sociedade cruel. Não tem como não gostar desse livro. Adorei sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Nossa, muita gente fala super bem do Ken, mas os livros dele nunca me interessaram muito... e tipo, eu curto muito livros históricos ;//
    www.muchdreamer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá Caio, tudo bem?
    Ainda não li nada do Ken, e não curto muito romances históricos então não sei se gostaria desse livro. O autor parece ter uma escrita bem envolvente, e por isso irei procurar mais obras referente a ele.
    Abraços
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oiee ^^
    Já tinha ouvido falar do autor, mas não conhecia esse livro. Fiquei bastante curiosa para ler, livros que se passam em épocas passadas sempre chamam a minha atenção. Não gostei muito da capa, mas sua resenha me deixou animada para ler.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Eu adoro livros que contam um pouco de história. Sou completamente apaixonada pelas obras que apresentam personagens fortes,com pensamentos revolucionários e que lutam pelos seus ideias e acabam se apaixonando por pessoas que os aceitam assim!
    Caio adorei a sua resenha,ficou muito persuasiva o/ NÃO TEM COMO DEIXAR PASSAR BATIDO ESSE LIVRO.
    Parabéns pela crítica.
    Beijos Pão de Queijo!
    www.vontadeler.com.br

    ResponderExcluir
  22. Eu amo romances históricos,ainda ambientados na escócia,mas tenho a impressão que o livro do Follet é muito mais do que romance histórico e eu fiquei louca para conhecer a narrativa do autor depois de ler sua resenha,já que nunca li nadinha dele.

    Sua resenha me conquistou!!!

    bjssss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...




LAYOUT DESENVOLVIDO POR VIAGENS DE PAPEL – NÃO COPIE, CRIE! – COPYRIGHT © 2015