31 de maio de 2015

Celular, de Stephen King

Avaliação: 4/5
Editora: Objetiva
ISBN: 9788573028621
Gênero: Terror
Publicação: 2007
Páginas: 400
Skoob
Celular conta a história de Clay Ridell, um desenhista de história em quadrinhos. Ele vai até Boston para uma viagem de negócios deixando sua ex-esposa e seu filho em Kent Pond, no estado do Maine. Durante a sua estada em Boston, coisas estranhas passam a acontecer: todas as pessoas que usavam aparelho celular estão se transformando em zumbis.

Podemos dizer que o cenário em que o personagem está vivendo é o Apocalise. Pode parecer um pouco irreal para nós, porém o autor e o protagonista deixam esse plano de fundo real. Durante esse ataque inicial, Clay conhece Tom McCourt e Alice Maxwell, uma adolescente de 15 anos. O principal objetivo de Clay e seus amigos é chegar até o estado do Maine, mais exatamente onde Clay mora para buscar seu filho, Johnny. Durante a leitura, percebemos que nem sempre os fonáticos (nome dado para os zumbis) são inimigos.

Esses fonáticos são comparados a computadores, pois eles possuem um comportamento diferenciado dos zumbis que estamos acostumados a ver no cinema e televisão. Os zumbis construídos por Stephen King são muito inteligentes. Em algumas partes, confesso que parecia que estava dentro do seriado The Walking Dead, pois eles estão fugindo de “zumbis” – na história conhecidos como fonáticos - e acabam sempre encontrando outros sobreviventes. 

Em minha opinião, parece que uma parte da história ficou meio “sem nexo”, um pouco confusa, já que não consegui distinguir o que era fruto da imaginação do Clay do que realmente estava acontecendo. Porém o ritmo empolgante continuou. A narrativa de Stephen King é muito envolvente e detalhista, ainda que ele escreva de maneira objetiva. Em alguns momentos, ele utiliza onomatopeias - figura de linguagem na qual se reproduz um som com um fonema ou palavra -, recurso que deixa a narrativa ainda mais interessante e traz um toque de realidade para a história. Já os personagens do livro são muito bem construídos, cada um tem o seu peso e a sua contribuição na história.

Esta foi a primeira obra que li do Stephen King, confesso que fiquei bastante feliz com o livro – li em 4 dias. Espero ler mais obras do autor e que ele me encante cada vez mais, pois não era muito fã do gênero terror e me surpreendi positivamente com este livro. Eu não sei se o livro tinha o propósito de deixar uma lição, porém eu percebi uma crítica ao uso abusivo do celular. No ano em que foi escrito, em 2006, ainda um grande grupo de pessoas que não tinham celular (inclusive, na época, o autor fazia parte desse grupo), mas hoje são poucas as pessoas que não usam o aparelho.

Resenha por Stephany Guebur

26 comentários:

  1. A primeira obra que li do Stephen King. Realmente o livro é muito bom.

    Aliás, muito boa esse resenha. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Infelizmente nunca li nada do gênero e não conhecia este autor. Confesso que estou bem por fora rsrsrs. Ainda não assisti a série The Walking dead. Mas fiquei interessada em conhecer este livro e também sobre as obras deste autor. Mas não é um livro que passarei a frente dos que tenho para ler. Deve ser pelo medo talvez kkkkkk Como nunca vi nada do gênero, então não sei o que pensar :D
    Beijos
    Ariana Silva
    http://ariabooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ariana,

      obg pelo comentário! Eu também não iria passar na frente, mas a propaganda feita para mim foi muito boa!

      Beijos

      Excluir
  3. Olá Stephany! Essa é a primeira resenha que leio sobre essa obra, adorei! Esse livro já está na minha listinha de desejados.

    Um beijão!

    Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daiane!

      Que bom! Tomara que você goste!

      Beijos

      Excluir
  4. Não pude deixar de dar uma alta gargalhada com o trecho: 'todas as pessoas que usavam aparelho celular estão se transformando em zumbis.'... muito sugestivo, atual e necessário. Já gostei do enredo! Outra coisa que gostei é que nem sempre os zumbis são inimigos, gente, esse livro me parece bem construído, uma crítica legal a sociedade contemporânea.
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian!

      É bem legal esses zumbis "diferentes" dos convencionais!! Eu não sei se era para ser uma crítica para a sociedade, mas acabou sendo.

      Beijos

      Excluir
  5. Oláá
    Poxa, que legal, quero ler todos do Stephen King, só consegui ler um e espero ler todos, sua resenha está ótima, muito legal.

    Beijos
    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Catharina!

      Eu também quero ler mais de Stephen King!!

      Beijos

      Excluir
  6. Oi, tudo bem? Tenho curiosidade de ler algo do Stephen, mas sou medrosa pra caramba. O único filme adaptado de livros dele que vi foi A Janela Secreta, que nem é de terror, é mais um suspense noir, então foi bastante aceitável para mim. Eu nunca fui fã de zumbis, então esse livro dele nunca iria chamar a minha atenção. Aprecio quando a realidade e o sonho se misturam, mas não gosto de ficar confusa na leitura. Gostei bastante da resenha! :D

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina! Tudo bem e ai?

      Eu também sou medrosa, mas eu estou tentando vencer esse medo rs!

      Beijos

      Excluir
  7. Eu amo livros de mistério, porém odeio quando ele é também do gênero sobrenatural. Já me falaram maravilhas desse autor, mas esse seria um livro que não leria. Eu amo demais ler sobre relações humanas e quando entra o sobrenatural eu desanimo rs.
    Ótima resenha, texto muito bem escrito.
    Bjs, Isabella
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro. E nunca li nada do autor, tenho enorme curiosidade, mas não sei por qual livro começar. É a primeira resenha que leio e infelizmente não me chamou atenção, creio que não iria curti o mesmo. Mas esse ano não passa, irei ler algo do King, eu espero.
    O Diário do Leitor

    ResponderExcluir
  9. Oie Stephany, eu não costumo ler terror mas sinto que estou em falta ..gostei da dica e como a lílian disse se fizermos uma analise da sociedade atual fica ainda melhor.. a parte que tu disse que achou meio cópia do twd e que ficou meio confusa a história pe que me deixa em dúvida sobre ler ou não esta obra. bjs
    http://florroxapoemasepoesias.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    Eu nunca li nada do autora, mas eu sou meio neurótica com zumbis rsrs, então acho que não começaria por esse. Acredito que primeiro pegaria Misery ou Sob a redoma.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Steph!
    Adoro o gênero, mas nunca li nada do autor...
    Estranhos esse zumbis hein! kkkk
    Mas sabe que isso poderia acontecer?!
    A população tá tão fanática em tecnologia que um dia vai todo mundo virar "fonático"! kkk
    Que horror!

    Beijokinhas da Giii!

    ResponderExcluir
  12. já li um livro assim e ficava mega confusa sem saber quando era fruto da imaginação ou n~]ao, adorei sua resenha, esta obra eu não li e nem havia lido resenha,
    bjus

    ResponderExcluir
  13. Stephany, eu acabei de ler um livro sobre zumbis. O livro é bem The Walking Dead. Não me deixou muito empolgada. Adoro coisas macabras, mas gosto daquelas que me chocam.
    Esse livro de King eu não conhecia. A premissa parece interessante. Zumbis devido a aparelhos de celulares! É muita imaginação.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Ooi,
    Adorei a resenha, o enredo parece incrível! Nunca li nada do autor mas acho que vou perder o medo e começar por esse.
    Vivi
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  15. Olá Stephany.
    Ainda não li nada de Stephen King, mas morro de vontade só que sempre acho os livros dele tão caros que nunca dá para comprar.
    Mas ja assisti várias adaptações de seus livros e gostei bastante, principalmente O Iluminado e Carrie a estranha. =)
    Ótima resenha.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Ooooi, Stephany!
    Awn, King ♥ Eu nunca li nada dele, mas adoro livros desse gênero e tipo, a única coisa que tenha algo relacionado ao mestre do horror foi o filme "Carrie, a estranha" que eu assisti e foi super bacana toda a história, um dos livros que eu quero muito ler desse autor é o "It, a coisa" que todos dizem que é uma leitura bem assustadora e bacana! Sobre o livro citado, eu me interessei bastante pela premissa e tipo, mesmo sendo muito detalhista e "sem nexo" pela maior parte eu adorei saber que ele te surpreendeu positivamente :) Adorei a resenha ♥

    Beijos,
    http://umgrandevicioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi,
    Ainda não li nada de Stephen King, mesmo o gênero não sendo um dos meus favoritos esse mês dei uma chance a ele e acabei comprando livro, espero que seja uma leitura tão boa como foi para mesmo com essa parte de certa confusão...
    Gosto de escrita mais detalhada e o autor capricha nessa parte.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos
    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  18. Olá! Confesso que não me identifiquei muito com a história. Sua resenha ficou dez, mas a leitura eu deixaria passar.

    Um abraço!
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  19. Olá Stephany!
    Eu adoro tudo que envolva Zumbins. Achei interessante em saber que as pessoas se transformam por causa do celular. foi bem criativa a ideia. Não li nada do autor ainda, mas pretendo resolver isso logo.
    Dica anotada.
    Sua resenha está maravilhosa.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. King é divo e é mestre, o último livro que li dele foi Misery, amei, já conhecia pelo filme,mas o livro é mil vezes melhor. Celular eu não li, mas sei que se pegar o livro vou adorar, sua resenha está show, parabéns!
    Beijos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...




LAYOUT DESENVOLVIDO POR VIAGENS DE PAPEL – NÃO COPIE, CRIE! – COPYRIGHT © 2015