5 de maio de 2015

Resenha: Simplesmente Ana, de Marina Carvalho

Avaliação: 4/5
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581636665

Gênero: Chick-lit/Romance
Publicação: 2013
Páginas: 304
Skoob
Ana é uma jovem comum, que faz faculdade de direito, está começando um relacionamento com um carinha bonito da faculdade e mora com sua mãe, que é dona de um Buffet. O fato de ter sido abandonada por seu pai não a incomodava até ela, em um dia qualquer, se deparar com uma mensagem no Facebook de um homem que dizia ser seu pai. Mais que isso, esse homem não é apenas seu pai, como também é o rei de Krósvia! 

Do nada, a vida de Ana vira de ponta cabeça e ela descobre que seu pai não sabia de sua existência e agora quer recuperar o tempo perdido levando-a para passar um tempo em sua terra natal, desfrutando de todo o luxo que uma princesa (no caso, ela) tem. Nesse tempo que passa em Krósvia, Ana não apenas aprende a amar esse seu novo lado e todas as pessoas que vêm junto, mas conhece Alex, o cara que vai mexer completamente com sua cabeça e seu coração.

Quem conhece a história de "Diário de uma Princesa", da Meg Cabot, vai se sentir muito familiarizado com Simplesmente Ana. Em vários pontos encontramos muitas semelhanças entre uma e outra, porém, o modo de contar a história e os pequenos detalhes que Marina acrescentou, tornaram a história muito mais única. Ela inseriu elementos próprios e características novas aos personagens e ao enredo. 

Com uma narrativa bem simples, mas muito envolvente, Marina nos leva por um romance um tanto divertido, apesar de óbvio. Ela tem uma maneira de escrever que, mesmo que já saibamos o que vai acontecer, continuamos lendo pra ter certeza de que vai ser aquilo mesmo. Como muitos romances, esse não é exatamente surpreendente, mas o fato de ser divertido, leve e bem fofo nos deixa super empolgados com a leitura.


Os personagens também são bem clichês, mas muito cativantes a seu modo. Ana é super ingênua pra sua idade, e até me irritou em determinados momentos quando só ela não conseguia ver o óbvio. Tive vontade de dar uns tapas nela e fazê-la enxergar a verdade. Ela também é uma ótima amiga, com um coração enorme e uma carinho muito grande por sua família. Quanto a Alex, esse é perfeito! Ele é o tipo de carinha fofo que adoramos em livros, que fala coisas românticas, é divertido e totalmente lindo.

Um fato que me irritou no livro foi Ana ter aceitado tão bem o fato de sua mãe ter mentido a vida toda pra ela e, de repente, ela se ver com um pai que é o rei da Krósvia. Qualquer um teria ao menos um momento de raiva e relutância, mas Ana aceitou super bem o fato, e apesar de achar que isso é pertinente a sua personalidade doce e carinhosa, não gostei muito de ter acontecido assim.

Fora isso, e o fato de ela ser um tanto cega pras coisas, a história é ótima! Super leve, divertida, e fofa. Daquelas que se lê em questão de horas sem nem mesmo perceber. Pra quem gosta desses romances água com açúcar bem doces e divertidos, essa é uma ótima recomendação!


Por Larissa Gaigher

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...




LAYOUT DESENVOLVIDO POR VIAGENS DE PAPEL – NÃO COPIE, CRIE! – COPYRIGHT © 2015