8 de junho de 2015

Os Imortais de Meluha (Trilogia Shiva #1) ,de Amish Tripathi

Avaliação: 5/5
Editora: nVersos
ISBN: 9788564013964
Gênero: Fantasia
Publicação: 2014
Páginas: 394
Skoob
A época é 1.900 a.C, e o lugar é o Lago Mansarovar, no Tibete. Shiva tem 21 anos e é o líder de sua tribo, os Gunas, que vinha enfrentando muitas dificuldades por conta dos constantes conflitos com a tribo inimiga, Pakratis, que queria dominar o seu lado do rio. Por ser um líder justo e que sempre tinha como prioridade o seu povo, Shiva estava extremamente preocupado quando recebe uma oferta irrecusável: levar os Gunas para Meluha, uma espécie de "terra prometida", que tem uma sociedade quase perfeita.

Chegando em Mehula, os Gunas são impactados com a diferente sociedade logo de cara: são encaminhados a uma área para serem examinados e descontaminados de qualquer doença, a fim de não prejudicar a saúde dos que moram em Meluha. Mal sabia Shiva que esse era apenas o começo. Mehula estava enfrentando ataques terroristas, e, conforme a profecia, um guerreiro sem casta viria para tomar o lugar de Lorde Rama, o Deus guerreiro que viveu ali. 

Quando Shiva chega, todos ficam extremamente entusiasmados com a possibilidade dele ser o Neelkanth que os salvará dos terroristas, dos Chandravanshis. Mas para o próprio Shiva isso não está tão claro. Será mesmo que ele é o Neelkanth? O Mahadeva? Quando uma guerra estoura e ele é o líder contra os Chandravanshis, Shiva começa a embarcar numa jornada de perguntas e descobertas sobre essa guerra, os ataques e sobre ele mesmo. Em meio a tudo isso ainda temos Sati, a mulher por quem se apaixona e quem mais quer proteger. 

Com uma narrativa simples e fluida, Amish nos leva por uma história fantástica, repleta de referências culturais incríveis, personagens muito bem construídos e um enredo de tirar o fôlego! Para uma fã de fantasia como eu, esse livro foi um prato cheio! Ele é tão bem construído, com todos os fatos tão bem amarrados, que por mais que tenha MUITA informação cultural, não se torna cansativo em momento algum e nem nos deixa perdidos na história.


A primeira coisa que chama a atenção nesse livro é o fato de ser sobre "mitologia" da Índia, uma cultura que não é muito explorada (eu particularmente nunca li um livro sobre ela), e que é extremamente bem apresentada nesse livro. Ela deu origem a um dos livros mais originais que já li, e a remontagem de toda essa cultura histórica é incrível e muito interessante de acompanhar!


O autor fez realmente uma ótima pesquisa pra fundamentar o livro, nos apresentando todas as castas, as classificações das tribos-escolhidas, e etc. Tudo isso rende muitos nomes complicados, mas que com a maestria da narrativa de Amish se torna bem simples. 

A própria construção da história é fascinante e surpreendente. É um acontecimento atrás de outro que você nem imaginaria. Realmente de tirar o fôlego. Além disso, ainda há aquela "mensagem nas entrelinhas" que deixa tudo ainda melhor. Em Os imortais de Meluha, não é tudo preto no branco, nada é tão simples. O autor deixa claro que, só porque uma coisa é diferente não quer dizer que ela seja errada, ou má, e eu amei o modo como ele deixou essa mensagem explícita. 

A construção do personagem também é notável. Conforme as coisas vão acontecendo e Shiva se encontra nas mais inusitadas situações, ele amadurece muito, cresce muito como personagem. Ele vai se auto descobrindo, se aceitando, e é incrível acompanhar esse desenvolvimento. 

No geral, o livro é exatamente isso: incrível. Uma fantasia brilhante, de tirar o fôlego e completamente original. Recomendo pra qualquer amante do gênero que esteja procurando por algo refrescante, algo diferente de tudo que já leu. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...




LAYOUT DESENVOLVIDO POR VIAGENS DE PAPEL – NÃO COPIE, CRIE! – COPYRIGHT © 2015