1 de outubro de 2015

Resenha: Jogos Vorazes (Trilogia Jogos Vorazes #1), de Suzanne Collins

Avaliação: 5/5
Editora: Rocco
ISBN: 9788579800245
Gênero: Distopia/ Jovem Adulto
Publicação: 2010
Páginas: 387
Skoob
No primeiro livro da trilogia distópica Jogos Vorazes, escrita por Suzanne Collins, nos é apresentada a nação de Panem – um lugar que surgiu após a extinção da América do Norte. Panem foi separada em 12 distritos que seguem os comandos dados pela Capital. Nenhum distrito ali representa nada, eles foram criados para suprir as necessidades dos mais fortes. Para mostrar um pouco de poder sobre os Distritos, a Capital faz anualmente os Jogos Vorazes, uma espécie de reality show em que um homem e uma mulher de cada distrito, entre seus 12 e 18 anos, são escolhidos para lutarem e sobreviverem, pois somente um pode sair vivo.

Durante o sorteio para o 74º Jogos Vorazes, a irmã mais nova de Katniss Everdeen, chamada Primrose Everdeen, é escolhida para ser o tributo do ano. Sem pensar duas vezes, e  por querer proteger sua irmã, que estava participando pela primeira vez do sorteio, ela se voluntaria para participar. O livro é narrado por Katniss, uma menina de 17 anos com uma personalidade extremamente forte. Ela relata a sua ida até a Capital e como eles a recebem para o início dos Jogos Vorazes, além dela conhecer seus oponentes e o que cada um possui de habilidade, e um pequeno treino de sobrevivência. Desde o primeiro instante, os Jogos Vorazes se mostram como algo grotesco, uma ferramenta de opressão poderosa que conta com o objetivo de mostrar aos mais fracos e pobres quem manda na nação - o presidente Snow e a Capital – e o que eles são capazes de fazer em caso de revolta.  

Nesta primeira parte, além de falar um pouco sobre o funcionamento dos jogos, como eles surgiram, e o funcionamento do governo opressor, a autora ambienta o leitor, evidenciando a desigualdade que existe em Panem. O distrito 12, onde moram Katniss e Peeta, escolhidos para a edição 74º, é um dos mais pobres que existem. Eles mal têm o que comer e têm que recorrer à ilegalidade, caçando e vendendo coisas no mercado negro, para sobreviver. Enquanto os dois são enviados para a Capital, para se prepararem para o início dos jogos, percebem o quanto as pessoas de lá são ricas e supérfluas, participando de constantes banquetes e festas.

Junto com o tutor Haymitch, o único ganhador do Distrito 12, Katniss e Peeta traçam estratégias para sobreviver dentro da arena, até porque são uns dos participantes mais fracos, contando com poucos recursos e patrocínios. Eles sabem que será difícil e que apenas uma pessoa pode sair vencedora, mas decidem que, em um primeiro momento, a união e parceria será a melhor coisa. Acontece que, contra a vontade de Katniss, eles acabam fingindo que estão apaixonados um pelo outro, o que traz uma alta carga de drama para a edição e garante a simpatia da população que está assistindo.

A partir do momento em que entram nos Jogos Vorazes, Peeta e Katniss devem fazer de tudo para sobreviver. A história é somente narrada por Katniss e achei legal a maneira em que ela se baseou nos conhecimentos que o pai passou para ela – eu faço curso que tem matéria de sobrevivência, então algumas coisas que eu não fixei na aula, o livro me ajudou. Como outros que estão participando dos jogos, Katniss não é a mais bem preparada. Existem distritos em que ser o tributo escolhido é questão de honra. Achei um pouco forçado o romance que existe entre Katniss e o Peeta, não sei se era para ser assim, mas no fundo acho que Katniss vai perceber que ama de verdade seu amigo Gale.

Existe, por trás da história, uma forte crítica social, mostrando que damos muito valor para coisas materiais e esquecemos de coisas importantes. Além disso, representa a desigualdade que pode ser transposta a qualquer época e local, mascarada por shows de horrores organizados pelos governos, que fazem de tudo para se impor à sociedade, construindo relações cruéis de poder, pouco preocupados com o bem-estar da nação. Gostei muito da crítica feita e da maneira como a autora aborda isso.

A autora escreve muito bem, é um livro gostoso de ler, com alta carga de tensão, que faz você querer saber com urgência o que está na próxima página. Estou ansiosa para ler Em Chamas, que é o próximo da trilogia.

Segue abaixo a lista de todos os Distritos e principais características:

Distrito 1Luxo. É um distrito de Carreira e também o distrito mais rico e preferido da Capital.

Distrito 2Alvenaria. Mas também é responsável pelo treinamento de pacificadores. É um distrito de 
Carreira e próximo à Capital.

Distrito 3Tecnologia. Considerado um dos distritos mais rebeldes, atualmente fornece todo o material futurístico. Não é tão rico quanto os dois primeiros, mas nem tão pobre.

Distrito 4Pesca. É próximo ao mar e considerado um distrito rico. Também é um distrito de Carreira, mas nem todos treinam pra isso.

Distrito 5Energia: Fornece energia e eletricidade para toda a Panem. Considerado um distrito com uma boa renda, mais rico que o 4.

Distrito 6Transporte. Também parece ser fortemente ligado às drogas e é o distrito mais populoso. É um distrito de média-baixa renda.

Distrito 7Madeira. Fica responsável por toda a parte braçal para as madeireiras e os tributos têm a vantagem física e sabem como usar o machado. É um distrito de média-alta renda.

Distrito 8Têxteis. As fábricas têxteis estão todas nesse distrito, considerado urbano e rebelde. É um distrito de média-baixa renda.

Distrito 9Grãos. É responsável pelo processamento de grãos para Panem, com muitas fábricas. É um distrito muito pobre.

Distrito 10Pecuária. Toda a carne e gado passam pelo distrito dez, com muitas indústrias. Um dos distritos mais pobres.

Distrito 11Agricultura. É responsável por toda a parte agrícola de Panem, tendo vastos campos e um dos maiores distritos. Mas mesmo assim é extremamente pobre e faminto.

Distrito 12Mineração. Repleto de minas de carvão e trabalhadores sujos. Sendo o último distrito, é o mais pobre e miserável de Panem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...




LAYOUT DESENVOLVIDO POR VIAGENS DE PAPEL – NÃO COPIE, CRIE! – COPYRIGHT © 2015