1 de janeiro de 2016

Retrospectiva 2015: relembre as leituras que marcaram o ano

Iniciamos o ANO NOVO falando das melhores leituras de 2015.  No ano passado a equipe do blog Viagens de Papel também se propôs a classificar o TOP5 do ano - confira aqui! 

Relembrar  o que fizemos ao longo de 365 dias é também uma forma de planejarmos o que faremos adiante, um caminho incerto, mas sempre uma oportunidade... Que 2016 traga bons frutos para todos, novas conquistas e desafios. Esperamos que nossos leitores continuem sempre conosco, sem vocês não haveria sentido compartilharmos nossas opiniões. Enfim, só temos a agradecer a todos o carinho e as visitas! 

Então, vamos ao que interessa? Confira abaixo quais foram nossos livros favoritos do ano:

Anne Caroline Anderson


1. Do que é feita uma garota, de Caitilin Moran (Companhia das Letras)
2. A Ponte de Haven, de Francine Rivers (Verus)
3. Dossiê Moscou, de  Geneton Moraes Neto (Geração Editorial)
4. Delicioso café de cupcakes, de Mary Simses (Paralela)
5. Daisy está na cidade, Rachel Gibson (Geração Editorial)

Em 2015, muitas leituras me marcaram (sempre marcam né gente?!). Mas uma delas, em especial: "Do que é Feita uma Garota", de Caitlin Moran, me fez pensar e repensar em muitos aspectos de minha vida. Nossa heroína é adolescente Joanna de apenas 14 anos. Para sua tão pouca idade, recebe muitas tarefas, a maior delas? De ser praticamente mãe de alguns de seus irmãos mais novos. No decorrer de seu amadurecimento ela vai criando e desenvolvendo diversas formas de lidar com a adolescência e mais tarde com uma vida adulta repleta de alcool, desventuras amorosas e liberdade. O que aprendi? Que por mais que nossa vida pareça pré-determinada e sem rumo, há sempre a possibilidade de nos reinventarmos e sermos quem quisermos. Nem sempre o que vemos e sentimos corresponde a realidade. É preciso que encontremos o ponto onde nos perdemos e refazer nossos objetivos e projetos. O que a Jô nos ensina? Que a nossa liberdade é de nossa responsabilidade. O rumo é nós que devemos decidir.


Camila Tebet

1.  Capitães da areia, de Jorge Amado (Companhia das Letras)
2. O sol é para todos, de Harper Lee (José Olympio)
3. O diário de Anne Frank,  de Anne Frank (Recod)
4. Capitolina (Companhia das Letrinhas)
5. Cova 312, de Daniela Arbex (Geração Editorial)


Capitães da Areia foi uma das primeiras leituras que fiz no ano. Eu estabeleci no começo de 2015 o projeto “Lendo mais clássicos em 2015”, que foi um verdadeiro fracasso. Ainda assim, me trouxe a leitura dessa obra maravilhosa. Eu nao sabia direito o que esperar, só sabia que era um livro com muitos comentários positivos. Foi uma leitura que me emocionou muito e que apresenta um lado desconhecido e ignorado por muitos. O livro, de 1937, fala sobre um grupo de jovens pobres, que viviam em um trapiche da Bahia. Sem ter o que comer, sem ter educação ou uma família, eles praticavam alguns roubos para sobreviver. O livro aborda o preconceito e o descaso do governo e da população com essas crianças, que no fim das contas só buscavam alimento e proteção. A história é humanizada por conta das relações de amizade, lealdade e companheirismo dos capitães da areia. A obra apresenta críticas à sociedade, à igreja, à imprensa, ao governo, entre outros, pois mostra que enquanto todos estavam julgando e criticando os jovens capitães da areia, eles tinham motivos sérios para estarem naquele local e tinham que encontrar maneiras de sobreviver. Em diversos momentos do livro o autor emocionou com passagens da inocência infantil, que busca amor, diversão e amizade. É uma história linda, que propões diversas reflexões e ainda muito atual. Um clássico de leitura fácil, que deveria ser apreciado por todos.


Larissa Gaigher


1. Série Trono de Vidro, de Sarah J. Maas (Galera Record)
2. A filha da Floresta, de Juliet Marillier (Butterfly)
3. A Rainha Vermelha, de Victoria Aveyard (Seguinte)
4. O nome do vento, de Patrick Rothfuss (Arqueiro)
5. Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo, de Benjamin Alire Sáenz (Seguinte)


A Série Trono de Vidro, escrita por Sarah J. Maas é tão perfeita que não consigo nem escolher um livro da série que seja melhor. Essa é uma daquelas séries que surpreende pela profundidade que o autor dá a seus personagens e pela habilidade que demonstra na construção de mundo e de enredo. Além de que é uma dessas que só melhora com o passar dos livros. O enredo do primeiro livro por si só já daria uma trama extraordinária - a assassina mais famosa e letal de um reino que acaba de sair de uma das piores prisões de trabalho forçado vai entrar em uma competição com outros 22 assassinos pela posição de campeã do Rei, este sendo o rei mais cruel que já se viu. Porém, a autora vai além, ela se aprofunda no enredo nos mostrando magia, mitologia, conflitos políticos, personagens multifacetados e complexos e cria subplots incríveis que só nos faz ansiar mais pelo próximo livro. A autora é mestre em criar reviravoltas de nos deixar de queixo caído e mesmo ao enrolar levemente na história ela nos entretém tanto que nem notamos. Sarah sabe desenvolver uma boa história, rica em detalhes, com uma narrativa inteligente e um enredo magnífico. Não é a toda que é o meu (ou meus, se formos considerar todos os livros da série) favorito do ano!


Lucas Kammer Orsi

1. Dom Casmurro, de Machado de Assis (Saraiva)
2. Como eu era antes de você, de Jojo Moyes (Intrínseca)
3. A balada de Adam Henry, de Ian McEwan (Companhia das Letras)
4. Entre o agora e o nunca, de J. A. Redmerski (Suma de Letras)
5. Apenas um dia, de Gayle Forman (Novo Conceito)

Nos últimos tempos, Machado de Assis fez parte significativa da minha vida. Para quem não sabe, curso História e no ano passado li o livro Machado de Assis, historiador escrito por Sidney Chalhoub. Nele, o autor analisa a trajetória de Machado enquanto funcionário público, mas também traz reflexões acerca de suas obras, como Helena e o próprio Dom Casmurro, fazendo referências diretas ao contexto no qual foram produzidas. Foi aqui que fiquei com curiosidade de conhecer mais a respeito dos livros do autor. Nesse mesmo ano, ganhei de amigo secreto um exemplar de Dom Casmurro. Li no início desse ano e pude, enfim, fazer juz aos comentários que ouvira sobre a obra. Para quem não conhece, o livro conta a história de Bentinho e sua paixão por Capitu, uma das personagens (se me permite dizer) mais enigmáticas que já conheci. Além disso, temos a presença de Escobar, que dá um toque a mais ao triângulo mais comentado da literatura brasileira. A narrativa se passa na cidade do Rio de Janeiro, no período do Segundo Império. Machado tem uma escrita peculiar, repleta de ironia, mas que também traz boas reflexões. Os personagens são bem construídos e a trama é bem desenvolvida. Além disso, deixa o leitor com a pulga atrás da orelha: afinal, Capitu traiu Bentinho ou não? Não darei spoilers sobre, mas posso avisar que o autor te deixará bem confuso sobre.

Maria Luíza de Paula (Mallu)

1. Quem é você, Alasca?, de John Green (Intrínseca)
2. Um Conto dos Irmãos Grimm, de Adam Gidwitz (Galera Record)
3.  Abandonado, de Vinícius Pinheiro (Geração Editorial)
4.  Mulheres de Cabul, de Harriet Logan (Geração Editorial)
5.  Assassinato no Expresso do Oriente, de Agatha Christie (Nova Fronteira)


Acredito que a maioria das pessoas começaram a ler os livros do John Green por "A Culpa É Das Estrelas", mas eu resolvi optar por um caminho diferente. O título "Quem É Você, Alasca?" já havia atraído meu interesse e várias pessoas comentaram dizendo que a história era surpreendente e que não deveríamos julgar pelo fato de pertencer ao gênero Young Adult, que costuma ser recheado de clichês e situações previsíveis. Este livro conta a história de um garoto que vai para o interior do Alabama estudar em um colégio interno. Lá ele faz alguns amigos, entre eles Alasca Young, uma garota dona de uma personalidade fortíssima e um carisma imenso. A forma como John Green descreve a amizade daquele grupo é um dos pontos chaves da história. A lealdade e a cumplicidade que eles possuem uns com os outros me marcou bastante. O autor também foge do clichê de focar apenas em uma história de amor, fazendo o leitor ter uma reflexão sobre o quanto nossas vidas são frágeis e o quanto devemos valorizar aqueles que estão ao nosso lado.


Nara Dias 

1. Persépolis, de Marjane Satrapi (Cia das Letras)
2. O Pianista, Wladyslaw Szpilman (Record)
3. Flora Hen, d Hwang Sun-m (Geração Editorial)
4. Harvey, como me tornei invisível, d Hervé Bouchardi (Pulo do Gato)
5. O Jardim Secreto, d Frances Hodgson Burnett (Salamandra)


Dos 262 livros que li em 2015, tenho acesso a esse número graças ao Skoob, enumerei os 5 melhores. Persépolis da autora Marjane Satrapi ocupa o topo da lista. Essa obra impressiona por tratar da biografia da própria escritora e ilustradora, descrevendo com clareza com doses de ironia e humor, a cultura e tensões políticas vividas por seu país, o Irã. A história é apresentada em quadrinhos em preto e branco, Marjane narra às dificuldades enfrentadas por sua família por causa da opressão política e religiosa do país. Relata a decisão dos pais de envia-la à França aos 14 anos, onde viveu sozinha sua adolescência, passando por fases críticas e escolhas complicadas que quase levaram à morte. Ao retornar ao Irã continua sentindo-se excluída, afinal era uma garota ocidental de volta à sua terra natal.


Patrícia Oliveira

1. Uma praça em Antuérpia, de Luize Valente (Record)
2. A Menina que Contava Histórias, de Jodi Picoult (Verus)
3. Trilogia Mara Dyer, de Michelle Hodkin (Galera Record)
4. Duologia Hopeless, de Colleen Hoover  (Galera Record)
5. O Diário de Anne Frank, de Anne Frank (Record)


Quando um livro se destaca e possui qualidade, classifico com a pontuação máxima, mas há aqueles que história deixa  marcas, são poucos/raros os que se tornam os meus favoritos, esses para mim são os TOPs, os que ocupam o pódio das minhas leituras.  Foi super difícil enumerar a posição dos títulos mencionados acima, mas no fim optei por indicar um nacional - Uma praça em Antuérpia, uma leitura memorável, contemporânea e rica em elementos. No ano de 1916, ao norte de Portugal, nasceram as gêmeas Olívia e Clarice, a mãe faleceu durante o parto, as meninas foram criadas pela a avó materna. O livro narra a trajetória das gêmeas ao longo de décadas, passando por diferentes culturas, já que o impulsiona a trama é fuga da 2ª Guerra Mundial que eclodiu na Espanha em 1939, o trajeto por vários países até a chegada ao Brasil. Entretanto, nem tudo aconteceu como o planejado, alguns sobreviveram, outros não. Luize Valente retratou na narrativa momentos cruciais no desenvolvimento da guerra, os caminhos seguidos pelas irmãs ao longo de anos, a guerra que foi o palco de muitas tragédias... O livro é narrado em primeira pessoa, ora no presente ora no passado, sendo dividido em 73 capítulos curtos e subdividido em partes que marcam o tempo cronológico da narrativa. A autora nos brinda com uma história triste, realista e impactante, um enredo rico e repleto de reviravoltas que promete cativar e deixar o leitor de queixo caído


Stephany Guebur

1.  Fahrenheit 451, de Ray Bradbury (Biblioteca Azul)
2. Na natureza selvagem, de Jon Krakauer (Companhia das Letras)
3. Ponte para Terabítia, de Katherine Paterson (Moderna)
4. Quem é você, Alasca?, de John Green (Intrínseca)
5. Serial Killers: Louco ou cruel?, de Ilana Casoy (Dark Side)


Fahrenheit 451 é um clássico da distopia mundial, escrito após a Segunda Guerra Mundial, sendo uma crítica política e social sobre o regime totalitário, onde tudo era controlado pelo governo. O livro conta a historia de Guy Montag, um bombeiro que é casado com Mildred, uma dona de casa que é fanática por televisão e até chama os programas de “família”. Quando Montag conhece Clarisse, sua vizinha de dezesseis anos que começa a fazer perguntas diferentes do que ele está acostumado e ele começa a se perguntar algumas coisas e percebe-se que nunca tinha pensado nisso. Montag queima os livros de quem vai contra a lei e os esconde, e não aquele que apaga o fogo quando precisamos, já que era proibido ter qualquer título em casa. Até que um dia, Montag passa mal e mostra para sua esposa os livros que tem em casa e decide ler alguns. 


Tayara Casemiro 


1.  Dias Perfeitos, de Raphael Montes (Companhia das Letras)
2. Perdido em Marte, de Andy Weir (Arqueiro)
3. Mosquitolândia, de David Arnold (Intrínseca)
4. A Garota no Trem, de Paula Hawkins (Record)
5. A Playlist de Hayden, de Michelle Falkoff (Novo Conceito)

Li Dias Perfeitos em uma tacada só, misericórdia que história perturbadora! Me senti até meio culpada por ter gostado tanto, pois a trama é muito fora da casinha. Théo é um completo psicopata que não vê os absurdos que faz, na cabeça dele suas atitudes são corretas, e a situação é tão sinistra que em alguns momentos você até acredita que ele tem razão, mas não! Ele é louco mesmo gente! O livro nos conta a história de “amor” entre Théo e Clarice. Théo é um rapaz que tem problemas para se relacionar com as outras pessoas, seu melhor amigo é um cadáver que ele estuda na aula de anatomia da faculdade. Ele cuida de sua mãe que é deficiente, e leva uma vida isolado das outras pessoas, e das emoções. As coisas mudam quando ele vai a um churrasco onde conhece Clarice, uma jovem desbocada e que leva uma vida sem regras. Théo se apaixona instantaneamente por Clarice, mas a jovem não sente o mesmo por ele, só que Théo não lida muito bem com a rejeição e acredita a todo custo que se Clarice passar um tempo com ele e o conhecer de verdade, ela vai se apaixonar por ele. Então Théo tem a brilhante ideia de sequestrar Clarice, pois assim ele terá todo o tempo do mundo para mostrar para sua amada o quanto ele é um jovem incrível e que a fará feliz. Enfim, Dias Perfeitos é um livro incrível! E é nacional, o que o faz ser melhor ainda. Recomendo demais a leitura e virei fã do autor, foi sem dúvida nenhuma o melhor livro que eu li no ano.


Feliz 2016!

17 comentários:

  1. Tantos livros bons que nem sei por onde começar a comentar *o*

    Estou doida p começar a série Trono de Vidro, sou loucamente apaixonada por Dom Casmurro, Fahrenheit 451 tá na minha lista de livros p ler urgente!, ainda não decidi se amo ou odeio Alasca e Raphael Montes é um dos autores revelação do meu ano.

    Não comentei todos os livros q vc colocaram pq se não eu ia fazer um post gigantesco! Kkkkkkkkkkkk

    Por favor tragam mais bons livros ao longo desse ano <3

    Blog Mundo de Tinta

    ResponderExcluir
  2. Oiee ^^
    "Do que é feito uma garota" eu ainda não conhecia, mas fiquei curiosa para ler, parece ser interessante. A série d'O trono de vidro é uma que eu também estou doida para ler, coloquei os livros da autora na meta de 2016. "Dias perfeitos" parece ser bom, vi algumas resenhas positivas sobre ele.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. oii...adorei essa retrospectiva,Trono de Vidro é showw..adoro a Celaena,a Sarah criou uma historia fantasticamente perfeita..ansiosa pelos próximos livros haha ;) adoro a escrita dela... que 2016 seja repleto de leituras para vc ;)
    Até
    danisilva7.wix.com/ldsonhos

    ResponderExcluir
  4. Olá... super legal essa retrospectiva... gostei e parabéns a cada um dos colaboradores d blog pelas suas leituras... eu tenho muita vontade de ler Dias Perfeitos... é um livro muito desejado... A duologia Hopless foi uma leitura que amei... Estou louca para ler a Trilogia Mara Dyer, ganhei de uma amiga que ler, mas preferiu me doar e eu claro fiquei extremamente feliz.... xero!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    dos livros que todos vocês leram eu só li Como Eu Era Antes de Você e Entre o Agora e o Nunca. São histórias maravilhosas que me marcaram também.
    Os outros livros não são meus estilos favoritos, por isso acho que não leria.
    Desejo um ano cheio de leituras maravilhosas pra vocês.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Tenho Capitães de Areia aqui e morro de receio de ler e não gostar, sem fazer a mínima ideia do porque (bizarro). Já ouvi falar de vários livros do post, mas ler eu ainda não li nenhum. Do que é feita uma garota não conhecia :)
    -Mari

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Óia... quanta coisa...
    Minha mãe é apaixonada pela série do Trono de Vidro, eu mesma ainda não criei vergonha na cara pra ler... to esperando sair tudinho, mas ela não entende... rsrs
    Amo Machado de Assis e já muitos historiadores falarem da importância das obras dele para a retratação fiel do século em que viveu, já que muitas coisas foram alteradas com o tempo (normal, já que aqui é Brasil, né?)...

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  9. De todos os livros que você citou eu gostei bastante das suas resenhas da série O TRONO DE VIDRO. Li algumas de suas resenhas e gostei bastante. Mas eu ainda estou com receio de ler esse livro por ele ser um pouco violento, embora a galera fala bem ao contrário. Seilá, eu ainda estou pensando se pego pra ler ou não. Mas eu acho as capas desse livro lindos. Se fosse para comprar, compraria por causa disso hahahaha...Mas enfim...Espero que no ano de 2016 venha a ter mais boas leituras pra vc =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-delirio.html?m=0

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Quantos livros e quantas dicas. Adoro Filha da Floresta - e todos os livros que o seguem. E estou louca para concluir O Trono de Vidro. A Playlist de Hayden não entrou para minha lista de favoritos, mas, o que podemos fazer? São gostos e gostos.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Gente, vários livros na lista que ainda não conhecia. Fiquei muito tocada por Do que é feita uma garota, quero muito ler!
    E essa série Trono de vidro também está nos meus desejados!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  12. WWow, Companhia das Letras reinou né?
    Eu pago muito pau pra editora, justamente por perceber isso,
    que eles sempre apostam nos melhores. Por isso quando vejo obras
    lançadas pela editora cresço logo o olho nelas e ver retrospectivas como a de vocês encabeçada por vários livros da editora, comprovam que estou certa, adorei a retrospectiva e peguei várias indicações.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Adoro postagens de top5 ainda mais de retrospectiva com melhores do ano. Sempre tem livros que entram na minha lista que acabaram passando batido por algum motivo.
    Dos citados, não consegui curtir trono de vidro, não sei mas a história não me ganhou. mesmo assim quero arriscar o livro novo que a record lançou da Sarah.
    Amei Mara Dyer - preciso ler o ultimo livro!!! e amei Hopeless. A colleen é a melhor!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  14. Nossa! Que livros maravilhosos! Os únicos que já li desta lista foram: Dom Casmurro, Capitães de areia, O sol é para todos, O diário de Anne Frank e Fahrenheit 451, mas tenho interesse em todos os demais. A maioria já estava na minha lista.

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Vocês tem um gosto literário tão diversificado, que é impossível nós os leitores não pegarmos algumas sugestões, confesso que dos livros citados a muito que planejo ler, porém os que mais se destacaram nessa lista foi a série Trono de Vidro (li o primeiro volume e amei!) e Do que é feito uma garota, fique super curiosa sobre este último.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Adorei o top e adorei as escolhas, muitos dos livros mencionados também estão dentre os meus favoritos, sendo eles Como eu era antes de você, entre o agora e o nunca, Apenas um ano, Quem é você Alasca e Dias perfeitos. Espero que em 2016 tenhamos muitas leituras bacanas também.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  17. Olá!!

    Anne, eu me interessei muito pelos seus favoritos!! Vou procurar por eles!

    Camila, eu já li Capitães de Areia, mas eu era muito nova, me obrigaram ler na escola kkk, eu não gostei do livro na época, mas acho que foi complexo para uma garota de 14 anos! Preciso tentar novamente!

    Stephany, Na natureza selvagem está na minha estante a 5 anos!! Olha ai o incentivo de ler!!

    Dos demais, tenho vários na estante, só preciso ler mais nesse ano!!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...




LAYOUT DESENVOLVIDO POR VIAGENS DE PAPEL – NÃO COPIE, CRIE! – COPYRIGHT © 2015